top of page
  • Foto do escritorDaniela Páscoa

O corretor novato, por Diego Maia

Retirado do livro "histórias de corretor", Diego Maia conta uma crônica sobre um corretor de imóveis novato


corretor novato

Praia da Ponta da Fruta, Vila Velha, Espírito Santo . Um novato na corretagem foi recrutado, ao lado de outros 40 corretores do estado do Rio para venderem cotas de um apart-hotel na rodovia do Sol, entre Vila Velha e Guarapari. A empresa ofereceu um ônibus fretado e hospedagem na capital do estado, Vitória, somente para quem tivesse experiência no ramo.  Ele disse que tinha, mas...


O novato tinha garra, convicção e fé que não desapontaria os empreendedores, certo de que aquela era a oportunidade de sua vida. 


Chegando lá, não havia escala de plantão.  Todos poderiam atender no local da obra por ordem de chegada, mas na verdade só iam aos sábados e domingos.  Durante a semana abriam a lista telefônica aleatoriamente e ofereciam o produto.


Como todas as despesas corriam por conta da imobiliária, e corretor que é corretor não dispensa uma festa, a turma fez uma bela farra no restaurante do hotel no sábado a noite.  O novato, cansado do trabalho de um sábado que não deu em nada até fez parte da festa. Mas quando chegou perto das oito da noite, resolveu se retirar e descansar, torcendo para que o domingo fosse diferente. Ele queria acordar cedo e ir para o plantão.


Disposto, acordou cedinho, perto das cinco da manhã e foi direto para o plantão, só com um café com leite no estômago, mas se preparou levando alguns lanchinhos, um litro de água, jornal e rádio para passar o tempo.

 

Chegou no local - que era dotado somente de uma marquise e um banhinho - por volta das 8h. Nas redondezas não haviam residências e nem um barzinho sequer. 


Ficou lá o dia todo, sozinho (aparentemente a ressaca assolava o pessoal), e pensava em pegar o ônibus para voltar para o hotel, que era de hora em hora, às 17h. No entanto, como volta e meia acontece na corretagem, alguma coisa o fez resolver esperar o ônibus das 18h.


Por volta das 17:30h parou um carro e desceu um homem logo perguntando se o novato era o vigia da obra. 


Confusão desfeita, o potencial cliente disse que tinha interesse em saber valores e ter algumas informações sobre o empreendimento, pois seu amigo havia comprado e recomendara a ele que fizesse o mesmo, para passeio e ou investimento.


Conversa vai, conversa vem, o novato foi com o potencial cliente na casa da família em que estava hospedado em Guarapari,  jantou por conta, fechou o negócio e ainda saiu com uma lista de indicações. 


O novato chegou, por volta das 22h, ao hotel da imobiliária com um cheque (o primeiro era do corretor) de aproximadamente R$ 5mil. 


Acreditar sempre e desesperar jamais. Este deve ser o lema do corretor que busca o sucesso. 


Quem é Diego Maia?


Diego Maia, considerado o palestrante de vendas mais contratado do Brasil, é um renomado palestrante, escritor e consultor brasileiro na área de vendas, gestão e marketing. Ele é reconhecido por suas palestras e treinamentos voltados para o desenvolvimento profissional e pessoal, especialmente no contexto de vendas e empreendedorismo.


Além de suas palestras, Diego Maia é autor de oito livros relacionados a vendas e desenvolvimento pessoal. Seus livros oferecem uma extensão de suas ideias e estratégias, proporcionando aos leitores uma oportunidade de aprofundar seu conhecimento e implementar práticas eficazes em suas próprias carreiras.

bottom of page